Pio Ottoni Júnior. Ópera do Poeta e do Bárbaro / L’Opéra du Poète et du Barbare. Versão francesa de Ângela Delgado. Revisão do texto por Oleg Almeida. 2ª edição, ampliada e bilíngue. Thesaurus: Brasília, 2011. 416 p.

Ricardo Carranza. Dramas. Revisão do texto e nota introdutória por Oleg Almeida. G&C Arquitectônica: São Paulo, 2012. 68 p.

Honoré de Balzac. A mulher de trinta anos. Tradução, prefácio e notas de Herculano Villas-Boas. Preparação dos originais e texto de capa por Oleg Almeida. Martin Claret: São Paulo, 2013. 224 p. 

Magali Queiroz. Caminhos de lua: uma reverência à vida / Chemins de la lune: une révérence à la vie. Versão francesa de Sandra Tournier. Revisão do texto por Oleg Almeida. Canapé cultural: Buritama (São Paulo), 2012. 74 p.

Fiódor Dostoiévski. Os irmãos Karamázov. Tradução de Herculano Villas-Boas. Revisão técnica e texto de capa por Oleg Almeida. Martin Claret: São Paulo, 2013. 912 p.

Gustave Flaubert. Madame Bovary: costumes de província. Tradução e notas de Herculano Villas-Boas. Revisão técnica por Oleg Almeida. Martin Claret: São Paulo, 2014. 398 p.

Alexandre Dumas. O Conde de Monte-Cristo. Tradução e notas de Herculano Villas-Boas. Revisão técnica e prefácio por Oleg Almeida. Martin Claret: São Paulo, 2017. 1302 p.

Voltaire. Cândido, ou O otimismo. Tradução e notas de Júlia da Rosa Simões. Conferência da tradução por Oleg Almeida. Edipro: São Paulo, 2016. 112 p.

Lev Tolstói. De quanta terra precisa um homem. Tradução e notas de Natália Petroff. Revisão da tradução por Oleg Almeida. Via Leitura: São Paulo, 2017. 80 p.

Fiódor Dostoiévski. Uma criatura dócil. Tradução e notas de Natália Petroff. Revisão da tradução por Oleg Almeida. Via Leitura: São Paulo, 2017. 96 p.

Étienne de la Boétie. Discurso sobre a servidão voluntária. Tradução de Evelyn Tesche. Revisão da tradução por Oleg Almeida. Edipro: São Paulo, 2017. 80 p.

Stendhal. O vermelho e o negro. Tradução e notas de Herculano Villas-Boas. Preparação dos originais por Oleg Almeida. Martin Claret: São Paulo, 2018. 510 p.

O idiota_2.jpg

Fiódor Dostoiévski. O idiota. Tradução de José Geraldo Vieira. Revisão técnica e prefácio por Oleg Almeida. Martin Claret: São Paulo, 2019. 710 p.