TANTAS RECORDAÇÕES...

Tantas recordações:

caminhos que percorri,

mistérios que perscrutei,

fantasmas que persegui.

 

Tantas recordações

das dúvidas que venci,

das dívidas que paguei,

das dádivas que não quis.

 

Onde estarão

meu pequeno inverno, meu grande verão,

meu passado feliz? –

Não sei...

 

Meio palmo da virgem à meretriz,

e longe daqui Sião.